“Meus versos nascem como quem dá luz a um único filho, em gestações que podem durar uma vida ou segundos...” (Chris Amag)



quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Palavras

foto Mariah


Tropecei nas palavras
Que saltaram da minha boca,
Saíram as que prendi,
Ficaram as que deveriam sair,
Assim como os versos irregulares
São as minhas palavras desordenadas...

Chris Amag

Nenhum comentário: