“Meus versos nascem como quem dá luz a um único filho, em gestações que podem durar uma vida ou segundos...” (Chris Amag)



quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Prosas poéticas

As prosas nos libertam das ruas sem saídas, mostram-nos caminhos tranquilos onde podemos caminhar longas distâncias sem nos preocupar em encontrar finais parecidos no fim da rua.

O diferente encanta, a repetição às vezes nos tira o prazer da descoberta.

Então derrame pelo caminho as suas poesias em prosa, e se algum pássaro num voo rasante levá-las embora, não fique triste porque a beleza da poesia está na liberdade e até onde ela pode alcançar.

Chris Amag
Foto de Chris Amag

Nenhum comentário: