“Meus versos nascem como quem dá luz a um único filho, em gestações que podem durar uma vida ou segundos...” (Chris Amag)



segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Não Pise!





















Muitas vezes pelo caminho,
os nossos olhos se perdem...
não sabem por onde andamos,
se caímos, se levantamos...

Parecem cerrados, colados,
seguindo sempre na mesma direção,
não sabem quem está do lado,
às vezes até nos dando a mão...

Nesta nossa vida corrida,
não paramos para observar
as placas de não pise na grama,
com o risco de em flores pisar...

Sim, o capim tem flores!
Quem é humilde já chegou a ver:
curvado no gramado a beijar o chão...
Já outros, só enxergam balão.

Quem consegue ver essa beleza,
ganha um tapete fresquinho no verão,
um descanso para um corpo cansado
e a vista de outros seres que ali estão.

Flores delicadas são pequenas,
quase não podem ser vistas,
é preciso de um olhar mais atento,
para não magoar uma pessoa querida!

Chris Amag
27-10-09


Poema feito para o fotoblog e blog:

4 comentários:

Carlos Albuquerque disse...

Chris,
Agradeço sua visita a meu blog, comentário deixado e ter ficado seguidora. Vim conhecer o seu "Poemas". Gostei do que vi. Vou voltar, com mais calma para navegar à vontade por esta lavra poética.
BJS daqui, deste lado do mar

José disse...

Amiga Chris,
Hoje estou aqui para lhe dizer que me vou ausentar durante algum tempo, por questões de saúde, não irei comentar nem publicar nada.
Mas antes quero agradecer mais uma vez o poema que me oforeceu. Espero muito em breve esta na vossa companhia,
Respondi ao ultimo comentário que fez no meu blog.Entretanto irei passando por aqui todos os dias.

um grande grande abraço José, até breve

Izabel disse...

Chris! como são lindas e inspiradas suas poesias, estou adorando e fico pensando, que cada um com seus dons né. Para mim é muito difícil fazer uma poesia. Um abraço de coração a coração.
Bel Talarico

Olívia Costa disse...

Chris,
Como é gratificante passar uma tarde lendo seus poemas.
Adorei .Você é mesmo muito abençoada.
Um beijão
Olívia