“Meus versos nascem como quem dá luz a um único filho, em gestações que podem durar uma vida ou segundos...” (Chris Amag)



domingo, 11 de julho de 2010

Sementes de fé e amor



















Quando eu era criança, meu pai tinha um sítio,
Eu gostava de ficar lá, horas, à beira de um rio,
Esperando algum peixinho me puxar pela mão,
Mas me distraía com libélulas coloridas exibidas

Que desfilavam suas roupas incrivelmente coloridas...

Naquele sítio, via meu pai plantar galhinhos e sementes
Que viraram árvores gigantes, carregadas de frutas,

Árvores que ganharam tinta branca nas pernas curtas
E alguns saquinhos misteriosos amarrados nos galhos.

Lá, eu corria, abusava das minhas cordas vocais,
Me escondia, balançava e ficava toda suada,
Isso até chegar o momento de irmos embora

E deixar aquele lugar mágico para trás...

Só mais tarde, já adolescente, é que me contaram:
Aquele sítio não era do papai, ele só cuidava dele,
Foi então que percebi que perdi algo que não tive,

Mas a minha infância ainda naquele lugar vive...

Hoje, meu pai conseguiu seu pedaço de terra
E mesmo sem forças para cuidar dele, como antes,
ainda planta sementes e espera pacientemente
para nos mostrar, sorrindo, as flores se abrindo.

Agora, ele precisa de ajuda para aparar a grama,
Embora seja teimoso e tente fazer tudo sozinho...

Mas para quê, pai? Aprecie o que conquistou!

Troque o trabalho duro pelos churrascos
Perto da sua família, dos seus filhos e netos,
Perto das árvores que plantou e viu crescer
Vendo as crianças balançando nelas
E o melhor: todos reunidos nos bancos

Que o senhor mesmo construiu lá no gramado!











Chris Amag

15 comentários:

"Hamilton H. Kubo - Profundo Pensar" disse...

Estou aqui sem saber o que escrever...
Da sua infência tão bela, que na adolescência se sentiu roubada.
De seu Pai que aos extremos se esforça para manter a mesma juventude de outrora.

Lindas palavras, é o que tenho a dizer.

Beijos!

"Hamilton H. Kubo - Profundo Pensar" disse...

Olá Chris...

Apenas para lhe responder.

Sim a gata da imagem em "Profundo Pensar" é minha.
Companheira sempre.

Não entendi sobre comentar sobre ela!!

Beijos

"Hamilton H. Kubo - Profundo Pensar" disse...

Ah agora entendi!!

Mas fiz sim, sem deixar claro, é claro!! rsrs

Obrigado Chris...

Ah este é o link da postagem:
http://profundopensar.blogspot.com/2010/04/enamorado.html

Beijos! Uma ótima semana!

José disse...

Olá Cris, as coisas da Infância são aquelas que nós guardamos com mais cuidado, pelo menos aquelas boas. A Cris perdeu algo que não tinha mas que de alguma maneira ficou lhe a pertencer para sempre.
Que bonita família, e um pai ainda a plantar árvores e esperando que elas cresçam são essas coisas que dão o sentido à vida.

Beijinho grande,
José.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Olá.

Como são bonitas
as sementes colhidas
do solo terno do coração,
e como são bonitas as palavras,
que embora nascidas
de outras mãos,
parecem ser nossas.
Muito precioso o seu
espaço de sentimentos.

Dias de paz para ti.

Cida Kuntze disse...

Olá Crhis!
Esse texto me fez lembrar dos meus pais que também moraram num sítio.
Já faleceram, mas as doces lembranças sempre estão presentes, principalmente quando leio um texto assim.
Beijos querida e muito obrigado pelo carinho que sempre tens comigo. É um grande incentivo, podes ter certeza.

Mudando de assunto: Tanto os teus comentários, quanto dos que te seguem aqui no blog, sempre tão lindos e poéticos...parabéns a todos!!!
Uma abençoada semana.

Alessandra disse...

LINDO,LINDO,ME LEVOU A 3 PENSAMENTOS:
1-minha vontade de passar algumas horas num lugar assim,a sós com Deus(acabei de descrever isto na poesia ''A Sós'' em meu blog
2-saudades do meu pai,que já é falecido
3-um versículo da Bíblia que diz assim:Não edificarão para que outros habitem; não plantarão para que outros comam; porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore, e os meus eleitos gozarão das obras das suas mãos.-Isaías 65:22...
há um tempo de podermos comer e desfrutar de nosso trabalho!
*beijo para ti.

Mariah disse...

Sem palavras...

MEU MUNDO E NADA MAIS... disse...

chris, saudades suas
amiga texto lindo
e que familia abençoada
que deus continue abençoando vcs
bjs querida!

"Cantinho Poético" disse...

Hoje venho agradecer o carinho de sua amizade.Te deixo um forte abraço e carinho meu...M@ria

Lu Nogfer disse...

Esses belos versos me deu saudade da infancia!Familia e bençao de Deus!
Quanto ao sitio o que importa é que voce foi feliz em um lugar que ainda que sendo apenas o trabalho do seu pai foi conquistado por ele e fez com que outras conquistas se fizessem reais.Assim é a vida,aos poucos vai se complimentando.

Lindo,amiga,lindo!

Beijos!

Maria disse...

Querida amiga, como eu gostei de ler a sua história.
Quando recordo a minha infância essas memórias me deixam sempre feliz. Também não tinhamos nada de nosso, mas como todas as crianças eu tinha toda a magia da infância e como qualquer criança não era preciso muito para ser feliz.
Amiga, tem uma familia linda muitos parabéns, que Deus ilumine sempre o vosso caminho.
bjs do tamanho do infinito
Maria

theossetemagnificos.blogpost.com se encontram muitos segredos disse...

estimada espero que sea mui feliz pero sus palavras som mui doces e que suas sementes se possam desabrochar em verdes prados de Fé e amor nao fingidoe tabem espero que me desculpes minha escrita pos ja vivi em portugal e tengo um blogg sobre religião que te espera para poneres um comentario de valor que lo Senhor te Bendiga.

Cida Kuntze disse...

Oi Chris, passei por aqui pra te deixar um beijo.
Um lindo dia pra você!!!

"Cantinho Poético" disse...

Um novo dia virá
Junto a uma brisa suave.

BOM FDS.......Beijos M@ria