“Meus versos nascem como quem dá luz a um único filho, em gestações que podem durar uma vida ou segundos...” (Chris Amag)



segunda-feira, 14 de março de 2011

"Dia da Poesia"


Imagem da internet- juevespoesia
O que seria dos poetas
Sem a rima inocente,
Sem palavras abertas,
Sem falar o que sente.

O que seria dos poetas
Se não existisse poesia,
Teria uma vida inquieta,
Sem alguma fantasia.

A poesia é para ele
Sangue quente nas veias,
Sem ela, o poeta morre.

E sem ele, caro leitor,
Não estaria lendo agora
Versos cheios de amor!

Chris Amag
14-03-2011
Dia Nacional da Poesia

6 comentários:

Rosiane disse...

Que seria de nós, sem poder gritar ao vento, sem poder buscar o sustento dessas palavras que nos matam os desejos, de ver em linhas amores e penumbras de uma noite banhada de vida.
Teríamos nós uma vida sofrida...
Eu hoje não vivo mais sem poesia...

Cida Kuntze disse...

Oi Chris querida!
Amo a poesia e o que seria de nós sem podermos vir aqui nesse doce cantinho ler tão belos versos?

Você é a minha poetisa favorita.
Beijos sinceros e carinhosos.

Tarciana Soares disse...

Chris, o que seria de nós sem as suas poesias? Elas são simplesmente lindas e tocam nossos corações. Parabéns!!!

Beijos

Graça Pereira disse...

Eu penso que nunca o "Dia da Poesia" foi tão brilhantemente ilustrado como neste momento com este teu magnifico soneto..." O que seria dos poetas, se não existisse poesia"?
Beijo amigo
Graça

Lamarque disse...

os poetas com sua sensibilidade, para perceber o imaginário. Lindo prossiga poetisando a vida - lamarque

Maria disse...

Querida amiga seus poemas são um bálsamo para a nossa alma, eles são sempre divinais.
Tenha um maravilhoso fim de semana
beijinhos
MAria