“Meus versos nascem como quem dá luz a um único filho, em gestações que podem durar uma vida ou segundos...” (Chris Amag)



sexta-feira, 15 de julho de 2011

O dia em que eu nasci...

Imagem da internet
O dia do nosso aniversário é sempre muito esperado
Mesmo quando não queremos contar as primaveras...
É quando somos gratuitamente paparicados, lembrados,
Pelas pessoas próximas e até por quem menos se espera...

Um toque, um recado e aquelas mensagens animadas...
Qualquer lembrança que chega nos deixa bem contentes,
Mas queremos mesmo é que todos fiquem perto da gente,
Numa conversa descontraída, com bolo e refrigerante.

Hoje tem festa lá em casa, talvez luzes acesas até tarde,
Estou feliz porque sei que a lua também estará lá,
Cheia, iluminada, escancarando a sua risada engraçada...

Eu olharei cada estrela que a rodeia, e contarei em versos
Cada amigo, cada esperança, cada conquista recebida
e a presença de Deus em cada momento de minha vida.

Chris Amag

5 comentários:

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Parabéns! E o poema ficou muito interessante! Bom fim de semana!

KETY disse...

Ai quemnãoe spera por essa data né. Deus abençoe muito sua vida e que mais poemas venham

José disse...

Minha querida amiga Chris
que faz anos hoje neste dia
desejo que seja muito feliz
muitos amigos em sua companhia

Que eu aqui por estes lados
neste lugar onde eu nasci
desejo as maiores felicidades
e tudo, mas tudo de bom para si

Um grande beijinho
José.

"(H²K) 久保 - Hamilton H. Kubo" disse...

Olá estimada Chris, meus parabéns a você.
Certamente a Lua estará presente e iluminará por toda noite, e sempre estará presente em todas as suas outras noites, feliz e sorridente sempre!!

Beijos

Lúcia Soares disse...

olá Chris a paz tenha uma noite abençoada. bjs