“Meus versos nascem como quem dá luz a um único filho, em gestações que podem durar uma vida ou segundos...” (Chris Amag)



quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Amar para mim é...


Me encontrar dentro dos seus olhos e sentir o meu rosto corar, esquecer-me dentro deles e não perceber que também me olha...

Reconhecer os seus traços até na sua sombra, esconder-me nela para refrescar meu corpo e acalmar o meu coração acelerado...

Tentar decorar as linhas da sua boca enquanto fala e disfarçar que não ouvi uma só palavra do que você me disse...

Ficar perto de você para ouvir a sua voz quando fala com alguém só para saber se ela muda quando fala especialmente comigo...

Ficar de longe olhando tudo o que faz , saber como você é quando não está comigo e descobrir que o admiro ainda mais...

[...]

O meu amor é assim, silencioso, não quer fazer qualquer barulho até que um dia você me olhe e veja em mim a sua essência...

Então poderei me perder em seus olhos, descansar na sua sombra e alinhar os meus lábios nos seus...

Poderei ouvir a sua voz bem perto e sentir a sua respiração, não mais ficarei do outro lado da calçada, caminharemos juntos.

O meu amor é discreto, mas é intenso, ele fala com o olhar, o falar e em cada gesto que faço, basta que me olhe com os olhos do coração.

Chris Amag
.

11 comentários:

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Excelente encontro de palavras em sentido romântico!
Um deleite para quem por aqui passa e embora a espera seja longa, vale bem a pena!
Meus parabéns Chris!
Um bom fim de semana!
Bj

Maria disse...

Amiga que linda e maravilhosa forma de amar.
Bom fim de semana.
Beijinhos
Maria

Lúcia Soares disse...

olá Chris
lindo poema amiga, um maravilhoso domingo bjs

Cida Kuntze disse...

Que poema lindo Chris!
Amar com discrição, amar com o olhar, amar tudo no outro...
Parabéns pela sua sensibilidade, pelo seu jeito de amar.
Um beijo bem carinhoso e eu também já estava com saudades de você!!!

Anônimo disse...

Querida Chris!

Estou a comentar do computador da minha mulher,o meu está outra vez avariado, ainda não tem dois anos, e não há dois meses que o mandei arranjar, o técnico diz se for o mesmo não me vai levar dinheiro, mas nunca é o mesmo.
Obrigada pelo seu lindo comentário,voltarei com mais vagar estou a comentar do portátil da minha mulher, mas ela não gosta muito, acho que tem um pouco de ciúmes por eu ter tantos e bons amigios.

Um beijinho grande, para si,
José.

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Chris, belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

。♥ Smareis ♥。 disse...

Lindo esse amar. adorei o poema. Passei pra conhecer seu blog, e gostei muito e já estou te seguindo... Convido pra conhecer meu blog e me seguir se gostares. Um abraço!
Smareis

。♥ Smareis ♥。 disse...

Oi Chris, fiquei muito feliz com a sua presença... Estarei sempre aqui te lendo. Obrigada! Bjs grande no teu coração!

Tânia Gama disse...

Que forma linda de amar!
Bjs.

Nilson Barcelli disse...

Gostei do teu blog e da tua poesia.
Parabéns pelo talento que as tuas palavras revelam.

Maria disse...

Amiga Chris passei para desejar um bom restinho de domingo e uma excelente semana.
Beijinhos
Maria