“Meus versos nascem como quem dá luz a um único filho, em gestações que podem durar uma vida ou segundos...” (Chris Amag)



terça-feira, 1 de maio de 2012

Beija-flor



Beija-flor que baila
na minha janela,
faz meu coração saltar,
e depois repousa no ar...
vem de muito longe,
só para me dar um olá,
depois some no céu,
pois lá é o seu lugar...

Chris Amag
30-04-2012

7 comentários:

Maria Cristina Gama disse...

Queridos leitores...

Uma metáfora para falar de alguém especial que veio me falar um olá...

Bjs
Chris Amag

Tunin disse...

E que metáfora poética para retribuir esse olá, não poeta!
É uma sonoridade a tua poesia.
Abração.

Dilmar Gomes disse...

Amiga Chris, amei o lirismo do teu poema. Muito lindo! Que bom que tu voltas a postar.
Um abração. Tenhas uma boa noite, uma boa semana, um bom mês, enfim, tudo de bom!

Dilmar Gomes disse...

Linda, o poema Crisálida e o Bem-tevi, também estão ma-ra-vi-lho-sos!
Um abração.

TÂNIA SUZART ARTS disse...

Bonito seu beija flor!
Linda sua declaração de amor!
Abraços.

mfc disse...

Num relance vemos a maravilha e depois ela voa como um sonho lindo!

Irismar Oliveira disse...

oi amiga lindo, como é bom expressar o que sentimos!!

Abraçooooooooooooooooooo