“Meus versos nascem como quem dá luz a um único filho, em gestações que podem durar uma vida ou segundos...” (Chris Amag)



quinta-feira, 31 de maio de 2012

Te amo em silêncio


Te amo em silêncio,
Te amo escondido,
Mas é para sempre
Meu querido...

Te amo baixinho
Em versos calados,
Mas é verdadeiro
Esse amor revelado.

Te amo em segredo,
Mas sei que bem sabe
E conhece o meu medo.

Será sempre meu
Se for desse jeito
Dentro do meu peito.

Chris Amag


Imagem torada do blogue:
mensagensabencoadoras.blogspot.com

18 comentários:

Fernando Santos (Chana) disse...

Excelente poema....
Cumprimentos

Arnoldo Pimentel disse...

Um lindo poema de amor.Parabéns poetisa.Tudo de bom pra você, beijos.

Fê-blue bird disse...

Amar em silêncio é doloroso.

beijinhos

Tunin disse...

O importante é amar o amor querido. Beleza de poesia.
Abração.

Maria Cristina Gama disse...

Fernando, fico sempre feliz quando vejo que veio me visitar...

Um beijo
Chris

Maria Cristina Gama disse...

Arnoldo
Que bom vê-lo aqui de novo, daqui a pouco vou lá no seu blogue que adoro!

Bjs
Chris

Maria Cristina Gama disse...

Fê!
Há quanto tempo não vejo você!

Sim, amar em silêncio é doloroso, sei exatamente isso, pois é o que estou sentindo...

Bjs
E obrigada pelo carinho,
Chris

Maria Cristina Gama disse...

Ah Tunin é verdade, sentir esse amor querido já é um presente..

Bjs
Obrigada pelo carinho
Chris

Cida Kuntze disse...

Chris, quem me dera ter tanta inspiração. Que o seu amor seja correspondido... que seja maravilhoso... você merece sempre o melhor. Você merece o melhor de Deus pra tua vida.

Querida, quero aproveitar pra agradecer o carinhoso recado em forma de versos que me fizestes. Eu fiquei imensamente emocionada com a surpresa daquele post no Recanto. E super feliz porque você estava lá.
Ainda estou sem palavras com tamanho carinho que vocês tiveram por mim.
Obrigado amiga.
Beijos e fica na paz.

Irismar Oliveira disse...

Amar é bom, mas esse tipo é um pouco sofredor!!
OI minha linda passando para te desejar uma bela noite!!

Maria Cristina Gama disse...

Cida, você é uma pessoa muito querida por todos do blogue, lembrou-me quando o seu blogue nasceu e olha agora que benção que é!

Fiquei honrada por ser convidada para essa homenagem.

Felicidade e um grande beijo!

Chris

Maria Cristina Gama disse...

Irismar...

Os melhores poemas são aqueles que nascem assim, nesses momentos difíceis mesmo... Por isso são cheios de sentimentos que quem lê parece sofrer junto, como dizia Fernando Pessoa.

Feliz com a sua visita.

Bjs
Chris

Ygo Maia - Mergulhando Na Leitura disse...

O amor é um sentimento muito confuso... Se é amor recolhido, então... hummm nem se fala.

Um belo poema. Beijos!!

Lúcia Soares disse...

amiga paz
lindo poema,tudo de bom neste lindo dia bjs

Maria Rodrigues disse...

Querida amiga que poema lindo.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

António Jesus Batalha disse...

Olá amiga Maria, gostei de seu blog e desde já quero dar-lhe os parabéns, Sou Antonio Batalha portugues e gostava de lhe fazer um convite: Tenho um blog Peregrino e servo, e se desejar fazer parceria me deixava muito honrado em tê-la como minha amiga virtual, claro que vou retribuir. Obrigado e tudo de bom.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Hummmm... esse amor em silêncio, sei nãi viu? Um dia ele grita aos trombones. Beijos, Cris. Tudo lindo aqui.

Maria Cristina Gama disse...

Caro poeta Menino Beija-flor, obrigada pela visita!

É apenas arte poética, mas acredito que essa coisa de trombone não é comigo não.

Um amor nascendo, só isso...

Abraços.

Chris