“Meus versos nascem como quem dá luz a um único filho, em gestações que podem durar uma vida ou segundos...” (Chris Amag)



domingo, 2 de dezembro de 2012

Decisões



Algumas decisões não somos nós que tomamos, as circunstâncias acabam se encarregando disso. Muitas vezes relutamos em aceitar, mas sem sucesso... No fim de tudo, aprendemos que foi o melhor para nós.

(Pensamento de Chris Amag)

3 comentários:

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Como dizia
Fidel Castro:
"Os homens não
moldam o seu
destino..."

Que amar seja para ti
o objetivo de cada instante.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Cristina, acho que com o tempo tudo se encaixa, tudo se ajeita. Nós somos adaptáveis,auto moldáveis. na verdade, somos imediatistas e queremos as soluções muito rápidas, e no primeiro instante não aceitamos o contrário do que esperávamos, mas com o tempo a gente vê que foi melhor sim, e às vezes, até nem foi tão melhor assim, mas nos adaptamos à nova situação. Senti um pouco desabafo nesse pequeno texto,talvez até um pouquinho triste, mas também vi uma aceitação consciente. Beijos, amiga.

Ygo Maia disse...

Seu pensamento foi muito sábio. Gostei!!
Um abraço!