“Meus versos nascem como quem dá luz a um único filho, em gestações que podem durar uma vida ou segundos...” (Chris Amag)



quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Antes que seja tarde

Imagem da internet
Um dia vamos olhar para trás
E nos arrepender
Das coisas que deixamos de fazer,
Como andar descalço na chuva,
Tomar sorvete no inverno,
Dar um beijo fraterno,
Dançar um ritmo que não sabemos,
Cantar, à noite, bem alto no chuveiro
E acordar o condomínio inteiro...

Um dia vamos olhar para trás
E descobrir que a infância passou
Que a adolescência voou
E que sobrou um adulto bobo
Que não soube aproveitar a vida.

Então, que tal se soltar um pouco,
Fazer coisas que sempre quis,
Libertar um grito, mesmo rouco,
E lhe dar uma chance de ser feliz???

Maria Cristina Gama

4 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Viver e ser feliz. Parabéns pela bela mensagem em seus versos.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Há visitas aos lugares amigos,
para recolher palavras.
Há visitas a estes mesmos lugares
Para semear palavras.
A visita de hoje além da leitura
das preciosas palavras que aqui encontro,
é também para agradecer
a alegria de passar pela sua vida
e encontrar o perfume da amizade
de forma tão intensa.

Que a sede da alegria
Nunca cesse em ti.

Maria Rodrigues disse...

Belissimo minha amiga. Há que aproveitar ao máximo a vida e momento presente.
Bom domingo
Beijinhos
Maria

Ygo Maia disse...

Adorei esse poema. Muito bom!!
Foi sincero...
Realmente, temos tantas coisas que deveríamos fazer e por algum motivo nos privamos, seja por vergonha, seja por medo.
Continue a postar seus versos!!!
Beijos!
http://ymaia.blogspot.com.br/