“Meus versos nascem como quem dá luz a um único filho, em gestações que podem durar uma vida ou segundos...” (Chris Amag)



domingo, 2 de junho de 2013

O jeito de cada um...


Muitos olham para nós e nos rotulam
Como séria demais, certinha demais...
Ou espalhafatosa demais, irreverente...
Sem se preocupar se temos algo a mais.

Cada um tem o seu jeito de ser,
Mas é o momento que nos revela,
Quem é sério pode não ser,
E o irreverente pode nos surpreender.

Eu posso falar de mim, por que sou assim:
Reservada e observadora, no começo,
Mas depois, sou divertida com quem conheço.

No amor, só conhecemos realmente alguém,
Na amizade, na cumplicidade, na intimidade,
Sem isso, é julgar, é desistir antes de tentar.


Maria Cristina Gama
.

3 comentários:

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Gostei. parece direcionado a alguém , hein? Brincadeiras á parte, está muito bom o texto.Parabéns. Beijos

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga como sempre um poema lindo. Cada um de nós tem o seu jeito próprio de ser e estar na vida.
Boa semana
Beijinhos
Maria

António Jesus Batalha disse...

Suas mensagens são muito boas e vir a seu blog é uma benção.Dou-lhe os parabéns e continue nessa sua força trazendo a cada dia essas mensagens gratificantes de edificação, consolação e exortação. É este o alvo da nossa vida, incentivar a continuar a nossa caminhada pelas veredas da luz, com alegria falando das maravilhas do nosso Salvador. Que sua vida brilhe mais e mais a cada dia. Se desejar fazer parte de meus amigos virtuais é só clikar. Faça-o de forma a que possa seguir também seu blog. As minhas cordiais saúdações em Cristo Jesus.