“Meus versos nascem como quem dá luz a um único filho, em gestações que podem durar uma vida ou segundos...” (Chris Amag)



domingo, 21 de dezembro de 2014

O poder das palavras


E quando pensei que o meu grande amor
Ensaiava uma valsa em minha direção,
A música parou, as luzes se acenderam
E o conto de fadas acabou com palavras...

Palavras em pedra bruta, mas “se lapidadas”
Soariam como música para meus ouvidos,
Eu aceitaria dançar com você, sem “mas”,
Você me levaria nesta dança, meu querido.

E onde está o encantamento da conquista?
Onde estão as palavras que aprendeu
Nesses livros todos de romances que leu?

As palavras são mágicas, acredite nisso,
Depois delas tudo vem, no tempo certo:
O vinho, o carinho e o beijo tão desejado...

Maria Cristina Gama
.
.
.

3 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Lindo poema, amiga Cris. Um abraço. Tenhas uma linda semana e um feliz Natal.

Maria Rodrigues disse...

Maravilhoso poema, sim minha amiga as palavras são mágicas elas conseguem tocar a alma de quem as pronúncia e de quem as ouve, ou lê.
Aproveito para desejar a si e a todos os seus familiares e amigos, um Natal muito Feliz e que o novo ano seja repleto de alegria, saúde, paz e amor. “A Melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida.” (autor desconhecido)
Beijinhos
Maria

Cida Kuntze disse...

Oi Chris!
As palavras são poderosas mesmo.
A mesma coisa pode ser dita de duas maneiras, então que possamos nesse novo ano cuidar bem dos nossos queridos e a forma com que nos comunicamos com eles e com todos que passarem pelo nosso caminho.
Lindo poema, como sempre.
Beijos e que em 2015 você continue a nos brindar com tantas palavras bonitas, que nos fazem refletir.
Beijos.