“Meus versos nascem como quem dá luz a um único filho, em gestações que podem durar uma vida ou segundos...” (Chris Amag)



segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Flores: o melhor presente!

Em frente da minha garagem
fevereiro 2015

As primeiras flores que ganhei foi quando aprendi a observar as árvores, os jardins, cada colorido se abrindo em qualquer cantinho, meus olhos se perdiam nelas e os meus pensamentos viajavam longe, quando sentia o perfume tão delicado... Depois veio o primeiro amor, ganhei uma rosa roubada da casa do meu amigo da frente, e depois mais uma rosa do meu suposto único e eterno amor... Depois vieram outras flores: quando nasceu o meu filho, outras de amigos nas minhas primaveras... Todas tão lindas, tão perfumadas e tão perfeitas, não existe momento mais feliz quando as recebemos em um abraço... Bom, ainda me encanto com as flores que encontro pelo caminho, como as que encontrei, hoje, se abrindo para mim na frente da minha garagem... Presente de Deus... Se ainda recebo flores? Sim, vermelhas, brancas, de todos os tipos, sempre lindas, coloridas e mágicas, soltam estrelas e trazem mensagens que emocionam... Pena que agora não posso mais sentir o perfume que exalam, mas ainda posso tocá-las com apenas um “touch-screen”... de qualquer maneira,  o que vale é a intenção...
(Maria Cristina Gama)

2 comentários:

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Há quanto tempo...

Além de recolher a inspiração
deste maravilhoso espaço
de sentimentos e reatar a amizade,
aproveito a visita para convidá-la
a partilhar a alegria,
de ouvir um poema de minha autoria
musicado em Minas Gerais.

O mesmo se encontra no meu blog
www.sonhosdeumprofessor.blogspot.com.br

e para mim,
ter este poema
escutado por pessoas
que fazem do mundo virtual,
um mundo melhor,
será um tributo a felicidade

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Pode ser um clichê... mas vou repetir: Flores para uma flor... você as merece. Beijos. A foto do perfil está muito bonita.