“Meus versos nascem como quem dá luz a um único filho, em gestações que podem durar uma vida ou segundos...” (Chris Amag)



segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Seus olhos


Olhar dentro dos seus olhos é mergulhar em linhas perfeitas, desenhadas à mão... É como contornar, caminhando no ar, em um tom azulado misterioso que envolve todo o mar... E quando eu olho bem de perto, estou lá, dentro deles, refletida e contida... Lá me vejo por toda a minha vida. (Maria Cristina Gama)

Um comentário:

Dilmar Gomes disse...

Belo momento lírico, Cris!
Tenhas uma linda semana.