“Meus versos nascem como quem dá luz a um único filho, em gestações que podem durar uma vida ou segundos...” (Chris Amag)



segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Sorriso bobo





E se alguém me perguntar por que estou com esse sorriso bobo, não responderei nada, pois a resposta estará dentro do brilho dos meus olhos e no amor que me escapa no silêncio das palavras. (MCGama)

Um comentário:

Maria Rodrigues disse...

O sorriso do amor.
Lindo!!!
Beijinhos
Maria